Mônica Iozzi: “Tenho que provar que mereço estar lá”

Desde a primeira exibição do programa CQC, em março de 2008, a maioria do público feminino que acompanha o humorístico da Band desejava ver uma mulher trabalhando junto com os Homens de Preto. Um ano e seis meses depois, eis que a representante do sexo nada frágil chega: a atriz Mônica Iozzi, de 27 anos, de Ribeirão Preto.

Mônica Iozzi

Mônica estreou oficialmente como repórter do CQC na noite da última terça-feira, dia 29. O evento? Gravação de DVD de Gilberto Gil em São Paulo. Foi a primeira vez que Mônica pode sentir a reação do público após ter vencido o concurso nacional promovido pelo programa (deixando 28 mil concorrentes para trás). Sabe como foi para Monica sentir o gostinho da recente fama?

– Ainda não me sinto famosa, né? Apesar de ter dado bastante entrevista, ninguém fica me assediando na rua – embora só tenha andado de táxi (risos). Algumas pessoas já vieram tirar fotos e dar parabéns. Teve um pessoal de Ribeirão que veio falar comigo, que eu achei engraçado.

Mônica já havia gravado matérias para o CQC como tarefa das eliminatórias que escolheram a nova integrante do programa, mas a própria atriz reconhece ter sentido um friozinho na barriga novo ao chegar no Shopping Pompéia, onde o show aconteceu.

– Estava com um nervosismo diferente. Apesar de não ser mais uma competição, agora tenho que provar para mim mesma, para as pessoas que confiaram em mim e para quem assisti o CQC que eu mereço estar lá, então tinha o nervosismo de querer comparecer, sabe?

A Mulher de Preto entrevistou Gilberto Gil e também deu um presentinho ao ex-Ministro da Cultura: uma imagem de Iemanjá. Para não estragar a matéria, Mônica não adianta o que vem por aí. Só conta que tem a ver com a música de mesmo nome da Rainha do Mar.

Apesar de ter conhecimento maior nas áreas de cultura e política, Monica espera poder passar por diferentes editorais.

– Tenho a impressão que as pautas serão mais diversificadas. Eu queria mesmo fazer tudo. Fico pensando como seria cobrir uma partida de futebol, por exemplo. Seria fantástico.

Engravatada

O uniforme que Mônica utilizará nas reportagens será bem semelhante à roupa usada pelos meninos mas, é claro, terá um toque feminino. Mônica  explica.

– É um terninho, mas é feminino, mais acinturado. A calça é mais justa. Sapato sempre que possível, mas não dá para usar scarpin e sair correndo por aí (risos). E a gravata será mais frouxa no colarinho. Fica mais como um colar do que como uma gravata.

Portanto, meninos que em algum momento imaginaram que veriamMônica em roupas justas e com as pernas de fora, tirem o cavalinho da chuva. Falando na beleza da atriz, chegou-se a especular na imprensa que ela derrotou sua concorrente na final, a comediante Carol Zoccoli, por ser mais alta e magra e, com isso, ficar melhor no vídeo. Os comentários não incomodam Mônica  entretanto.

– Seria ingênua de pensar que isso, de repente, não me ajudou. Mas não é decisivo. O trabalho exige muito mais do que isso.

Anúncios

Sobre Portal CQC OFICIAL

Seu portal de notícias sobre o CQC!

Publicado em 30/09/2009, em CQC. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Emanoelle Plácido

    Pra mim com terninho ou sem terninho ela continua sem graça, a minha decepcão por ela ter vencido a Carol ainda é a mesma e esta história dela ter sido escolhida por ser mais alta e mais magra, é puro preconceito com as baixinhas e gordinhas isso fica parecendo até q eles estavam procurando por alguém “bonitinho” e não por uma pessoa competente.

  2. É incrível a mobilização pela possível farsa do concurso. Os brasileiros são assim: para coisas sem importância fazem o maior escândalo, enquanto isso, os políticos fazem o que bem entendem com nosso dinheiro e quase nunca enfrentam contestações.Deveriam gritar marmelada para eles, isso sim. Falta do que fazer.Aliás, tem muito o que fazer ao invés de torrar a paciência dos CQCs.Use seu repertório de xingamentos com os políticos.

  3. Tipo, até agora não vi ninguém xingando ninguém, só vi pessoas que assim como eu não gostaram da Mônica ter ganho o concurso de 8° elemento. E conheço mais pessoas quem estão decepicionadas com a política no Brasil do que com o concurso de 8°elemento do CQC. E Alice, se você não conhece pessoas assim, você já é um caso a parte e isso é problema seu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s