Marco Luque reencontra familiares em Campo Grande

Conhecido pelo humor, o programa CQC (Custe o Que custar), da TV Bandeirantes, conquista o público pela irreverência. Repórteres vestidos com terno de cor preta e óculos escuros – a la MIB (Man in Black) – usam de ironia, insistência e informação apurada sobre problemas como desmandos na administração pública para colocar na parede figurões da política e assim, movimentam qualquer entrevista coletiva. Sobram ‘nãos’, empurrões e respostas evasivas.

Em Campo Grande, Marcos Luque, um dos integrantes do CQC, participou de uma tarde de autógrafos com fãs, maioria adolescentes, nesta tarde numa loja de celular, na Rua Euclides da Cunha, no Jardim dos Estados.

Cercado por seguranças – funcionários da loja – falar com o ator foi tarefa árdua para os repórteres. Luque na postura de entrevistado deu trabalho para a imprensa.

A equipe local chamada CQC de Campo Grande conseguiu tirar algumas poucas declarações de Luque como ‘continuem o trabalho ai galera! Falem com os vereadores e deputados!”.

 

Marco Luque reencontra familiares em Campo Grande

Ao contrário do que acontece na TV, quem se deu bem foram os familiares de Luque. Com o pai, o produtor João Luque, o momento foi de surpresa. O jovem ator se reencontrou com a tia Iolanda Meier, 52, e a prima, Camila Meier, 18.

A equipe do Midiamax entrevistou na fila as duas que aguardavam. A reportagem avisou o ator que elas estavam do lado de fora e, na mesma hora, os fãs tiveram que esperar porque ele chamou o pai e foram abraçar a tia e a prima.

“Eu sou fã dele. Um dia na TV vi ele falar da infância e dos parentes de Ivaiporã, no Paraná, e ele falou o nome dos tios e do meu pai”, conta Camila.

Ao encontrar a tia ele disse: “nossa tia, o que a senhora faz neste lugar tão quente?”.

“Ele era um menino de cabelos encaracolados, andava de bermuda, sem chinelos, pulando no meio da serralheria. Ele era o que mais fazia palhaçada dos três irmãos. O apelido dele era Guga”, lembra a tia.

Em Campo Grande, o integrante do CQC, fará um espetáculo teatral do gênero stand up (sempre em pé), no qual o ator conta apenas com um microfone como elemento cênico.

Às fãs restaram autógrafos e pose para fotos. Aos jornalistas apenas a dica para continuarem a caminhada e pegar no pé dos políticos.

Fonte.

Anúncios

Sobre Portal CQC OFICIAL

Seu portal de notícias sobre o CQC!

Publicado em 18/09/2009, em CQC. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Carolina de Oliveira

    Na miha cidade e eu não fui!!!!
    :xxx
    😉

  2. Carolina de Oliveira

    Gente a carinha piscando nada a ver
    😉

  3. Carolina de Oliveira

    De novo 😛

  4. Marco, em uma entrevista voce comentou de sua infancia em Ivaipora, mas resta uma dúvida, tinha, 2 na época, ou seja, Serralheria Ubá ( Max)e do Adail ( ex-prefeito) afinal qual serralheria que marcou mais???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s